Allure: segredos de beleza de Hayley Williams

A revista americana de beleza Allure publicou, no último dia 22 (julho), uma entrevista com Brian O’Connor, maquiador de Hayley, que falou sobre seus segredos de beleza. Confira a matéria na íntegra abaixo:

Maquiador de Hayley Williams revela seus segredos de beleza

Tanto faz se “Misery Business” tocava automaticamente em sua página do Myspace ou se escutou as músicas da banda uma ou duas vezes, você provavelmente sabe quem é Hayley Williams. E se não conhecer a vocalista pelo nome, provavelmente sabe como ela se parece. Seus cabelos com cores vibrantes e sua maquiagem do início dos anos 2000 antecipou a febre dos cabelos arco-íris e as tendências de maquiagem que se espalham atualmente pelo feed do Instagram.
Para deixar claro: eu me encaixo na segunda categoria. Paramore estava longe de ser a trilha sonora da minha adolescência. Eu era uma fanática em tempo integral pelos Jonas Brothers quando o Paramore estourou em 2007. Entretanto, estava ciente da força daquele visual rebelde de Williams. Eu admirava como o seu foco não estava – e continua não estando – na beleza convencional. Na época, quando aquele cabelo flamejante assimétrico era seu visual de assinatura, ela inspirou várias crianças a serem ousadas com o seu estilo e se sentirem confiantes por não se encaixarem nos moldes formais suburbanos.
Dez anos mais tarde, Williams ainda é uma força a ser reconhecida pelo seu senso de beleza. Ela criou sua própria linha de tinturas de cabelo, chamada GoodDyeYoung. Ironicamente, seu cabelo atual está em um tom maravilhoso de loiro platinado. Já a sua maquiagem se tornou o centro das atenções. O YouTube está repleto de tutoriais ensinando a recriar seus visuais mais recentes nos clipes e nas apresentações. Para descobrir a história por trás destes looks, e como a maquiagem de Williams evoluiu ao longo da última década, eu conversei no FaceTime com o seu braço direito, Brian O’Connor. Além de ser o co-fundador da GoodDyeYoung, O’Connor é responsável pelo seus cabelos e sua maquiagem nos últimos 10 anos.
“Eu faço o cabelo dela desde o ‘Riot!’ – pouco antes de ‘Misery Business’ ser lançada”, ele me disse nos bastidores, enquanto Williams está em uma passagem de som para o próximo show da turnê europeia do Paramore. “Desde então, qualquer corte, coloração e estilo tem sido trabalho meu. Provavelmente, há cinco ou seis anos, eu também venho fazendo sua maquiagem. Tudo – no que diz respeito ao cabelo e maquiagem – tem sido obra minha”. Isso inclui ensaios fotográficos, aparições na imprensa, deixando claro que O’Connor tem estado muito, muito ocupado.
No passado, O’Connor recorria a linhas mais limpas e afiadas, naquilo que ele considerava os visuais mais “loucos” dela. “Agora, o foco não está mais nos delineadores e nos olhos marcados, nada do tipo”, acrescenta. De fato, ao longo dos últimos 10 anos, ele transformou o visual de Williams de garota emo definitiva para realeza retro.
“Para essa leva de shows, nós tentamos um visual mais inspirado no Blondie”, diz O’Connor. “Espelhamos muito em Debbie Harry e sentimos inspirados a recriar aquele icônico look pronto-mas-não-tão-polido dos anos 70. Bastante esfumado”.
O’Connor se refere como “nós” várias vezes, pois tudo tem sido parte de um trabalho em equipe. “Definitivamente é um trabalho em conjunto, Hayley tem muito senso de estilo e pensa para fora da caixa também”, diz O’Connor. “Isso torna o meu trabalho mais fácil, pois basta seguir o fluxo. Melhor de tudo é que somos tão próximos que não sentimos ofendidos quando o outro diz, ‘É… eu não sei se está bom’. Houve diversas situações onde ela discordava, e em seguida pensei, ‘Quer saber? Ela está certa’”.
Atualmente, um dos alvos da discórdia é quanto às cores brilhosas de batom no palco. A maior preocupação de Williams é se vai borrar quando ela segura o microfone muito perto da boca. “Quando olha para as fotos, ela não precisa se preocupar se o seu batom estava saindo durante o show”, acrescenta O’Connor. “Ela não liga para retocar a maquiagem, apenas faz o seu show”. Em vez disso, Williams optou por tonalidades mais neutras, já que não é tão visível se começar a sair durante as apresentações.
Algo que eles definitivamente estão de acordo é quanto ao uso de produtos de belezas orgânicos sempre quando for possível. O’Connor diz que Williams ama RMS Beauty, em particular. “O mais limpo que nós pudemos ir, o melhor”, ele diz. “Mas isso é complicado, principalmente quando se trata de looks para os palcos. Lá você está sujeito a condições de iluminação e ao suor, então precisará de algo que consiga permanecer por uma hora e meia”. Neste caso, eles utilizam Milk Makeup. A admirada marca tem sido parte fundamental na criação dos looks mais populares de Williams neste ano. Eu pedi para que O’Connor nos detalhasse sobre quatro deles.

O clipe de “Hard Times”

Quando o clipe do primeiro single do álbum mais recente do Paramore, o “After Laughter”, foi lançado, vários amigos me mandaram capturas de imagem. O motivo? Em determinado ponto, Williams estava com uma maquiagem em color block. O seu visual amarelo e azul me inspirou a usar essa tendência por cinco dias seguidos, conforme eu documentei para a Allure. O’Connor me disse que ele pensou nessa maquiagem mais ousada de última hora. Eles brincaram com diferentes ideias nos dias que antecederam a filmagem, mas não conseguiram encontrar um conceito, até que Williams sentou em sua cadeira de maquiagem.
“Entre Hayley, Taylor e Zac, seus trajes eram muito monocromáticos”, explica O’Connor. “Ela estava toda de – eu digo que é vermelho, ela diz que é rosa. Discutíamos sobre a cor do traje o tempo todo. Zac estava todo de azul, e Taylor todo de amarelo. Eles decidiram que queriam esse estilo Memphis, especialmente por causa do trabalho na capa do “After Laughter”, então pensei em fazer algo simples, mas ousado e impactante. Olhando para estas cores, decidi usa-las de paleta para o visual”. A partir disso, ele decidiu criar formas ao redor de cada olho. No lado esquerdo, O’Connor desenhou um brilhante círculo amarelo com um lápis da M.A.C, e uma sombra que combinasse. Um retângulo azul foi pintado com um pigmento da Milk Makeup, cobrindo o olho esquerdo de Williams.
Para conseguir formas perfeitamente geométricas, O’Connor contou com a ajuda de Williams. “Nós tivemos que fazer juntos, para que ficasse perfeito e simétrico”, ele explica. “Fizemos isso para ter certeza que ficaria correto na face dela”.
Agora que o vídeo foi lançado há três meses, ele diz que encontra pelo menos cinco ou seis fãs recriando o visual em cada show da turnê do Paramore. “Isso tem sido bem legal, pois quando as coisas boas acontecem, elas vêm de forma orgânica”, ele acrescenta.

Capa da The Fader de junho de 2017

Quando perguntei a O’Connor qual seria o look dos sonhos dele para fazer em Williams, ele disse que acabou de fazê-lo. Williams foi a estrela da capa da revista “The Fader” do mês passado e ela parecia surpreendentemente discreta. “Foi muito clean e simples”, O’Connor explica. “Todo mundo conhece Hayley por ser escandalosa e brilhante – seja pelas roupas dela, cabelo ou maquiagem. Para mim, foi divertido fazer um look simples, clean, tipo suave, ‘não-na-sua-cara’. Eu amo coisas loucas, grungy, excêntricas, mas eu gosto quando ela me deixa fazer coisas realmente bonitas porque é um pouco fora da zona de conforto dela. Para mim, isso é divertido”.

Visita à BBC Radio 1

Mês passado, o Paramore passou pela BBC Radio 1 em Londres para fazer uma apresentação ao vivo. Dessa vez, minha melhor amiga Brooke requisitou que eu recriasse o look da Hayley Williams. As pálpebras dela foram esfumaçadas com lilás brilhoso, os arcos das sobrancelhas dela tinham pontos azuis e os lábios foram pintados com rosa chiclete metálico (é a coleção Cream Lip Stain da Sephora em 08 Wild Blush, para ser exato). Eu estava vivendo para isso.
O’Connor riu quando eu trouxe à tona esse look porque ele foi montado minutos antes da Williams fazer o negócio dela. Eles tiveram que levantar cedo e tinham ficado acordados até tarde por causa de um show, O’Connor teve apenas uma hora para aprontar tudo. “Foi um look do tipo de manhã bem cedo, meio dormindo, ‘vamos-fazer-isso’”, ele diz. “Eu estava tipo ‘como eu posso manter clean, natural, mas ainda do estilo dela?’” Então ele se inspirou em como a Hayley faz a maquiagem nela mesma. “Ela geralmente faz um pontinho logo no arco da sobrancelha ou mais em direção ao final dela”, ele explica. “Então, ela faz essas três linhas pequenas e imperfeitas embaixo do olho”.
Para a BBC Radio 1, O’Connor abriu mão das linhas embaixo dos olhos e cobriu as pálpebras de Williams com, de novo, Milk Makeup’s Eye Pigment – dessa vez, um cinza brilhoso chamado “Peep Show”. Então, ele misturou com Extra Dimension Skinfish da M.A.C na cor Soft Frost, um branco perolado que muda para violeta. “Eu queria que não fosse tão notável [o brilho], mas que quando a luz refletisse nele, tivesse aquele brilho de iluminação com duas cores diferentes”, ele explica.

O clipe de “Told You So”

Durante quase todo o vídeo, Williams usa óculos de sol nas cores amarelo e preto, então O’Connor queria fazer um “look tipo abstrato, ‘esconde-esconde’ que dá para ver através [dos óculos]”. Ele também manteve o tema monocromático com um batom vermelho “docinho de maçã”. “Normalmente, ela é uma garota que usa matte nos lábios, mas eu a convenci a passar gloss sobre o batom”, ele diz. “Foi engraçado porque tinha um ventilador ligado e constantemente fios de cabelo grudavam nos lábios da Hayley. Ela me olhava e eu ria”. Ter esse tipo de parceria onde vocês dois podem continuar se divertindo por uma década inteira? Agora essa é a equipe dos sonhos.

Tradução: equipe Paramore BR | Fonte