Fuse: 8 músicos comentam sobre os 10 anos do AWKIF


No último Domingo (26), o álbum All We Know Is Falling completou 10 anos. O site Fuse relacionou 8 artistas e seus comentários sobre o acontecimento.

Confira a matéria traduzida:

PVRIS – Lynn Gunn (vocalista):
Eu conheci o Paramore com o Jimmy Eat World. Eu tinha 12 ou 13 anos, 7ª ou 8ª série na época. Foi justamente quando eu comecei a me interessar por música e querer fazer isso mas eu nunca tinha visto realmente alguém fazer aquilo, especialmente nenhuma mulher, especialmente naquela idade. Eu lembro de ir até o show e ver ela lá em cima cantando, e eu pensei “se você pode fazer isso, eu posso fazer isso.” Desde essa noite em que eu era uma pequena garota da 7ª série, eu ficava tipo, “eu vou fazer isso, eu vou fazer isso acontecer.” Eu conheço Franklin e Here We Go Again.

SIMPLE PLAN – David Desrosiers (baixista):
Fomos a primeira banda a levá-los em turnê.
Chuck Comeau (baterista):
Era 2004. Tivemos uma ligação de Lyor Cohen, ele era o presidente da Atlantic Records. Foi tipo, “Hey, nós temos essa banda nova que está crescendo. Você poderia nos fazer um favor e levá-los em turnê? Eles são chamados de Paramore.” Nós realmente nunca tínhamos ouvido falar deles, eles tinham acabado de assinar com a gravadora e nunca tinham saído em turnê. Eles enviaram-nos algumas músicas e nós ficamos tipo, “Isso é muito bom, nós adoraríamos levá-los em turnê.” Eles tinham 16.
David: Eu me lembro do baterista vindo até mim tipo, “Ei, você quer ajustar minha bateria?” porque eu amo muito bateria. Ele foi tão incrível. Ele já estava arrasando na bateria só tinha 15. Foi ótimo. Uma vez tinha algumas pessoas da MTV vindo para um show e o baixista me perguntou se podia usar meu wireless porquê eles tinham cabos, mas eles queriam fazer o “flip” com o baixista nas costas do guitarrista. Eu deixei ele usar o meu wireless para que pudesse fazer o flip direito.
Chuck: O disco saiu uns meses depois daquela turnê e eu acho que os nosso fãs, todos os fãs do Simple Plan, estão com a mente aberta e amam ouvir música nova e novas bandas. Logo depois daquilo nós levamos o Plain White T’s em turnê e foi exatamente antes deles estourarem, foi muito legal.
David: Nós estouramos um monte de bandas. Hayley já era ótima no palco, mesmo assim.
Mandril: Todos eles. Quando tocaram, os fãs responderam. Eles obtiveram seus primeiros fãs quando tocaram ao vivo. Assim como nós, quando nós tocamos nossos primeiros shows de abertura para o Sugar Ray, eles estavam na mesma posição. A produtora foi até o Sugar Ray e pediu-lhes um favor… Então nós abrimos para os Bosstones porque poderíamos tocar ao vivo. Se você consegue fazer música, as pessoas vão dizer “Qual é essa banda? Qual é o seu disco? Eu quero comprar essa camisa.” E assim é feito.

THE WONDER YEARS – Dan Campbell (vocalista):
Nós temos memórias distintas com essa banda. Nós só tocamos com eles uma vez em Nova Jersey. A primeira vez que nós saímos em turnê com o New Found Glory foi porquê o Paramore estava em turnê com eles. O Paramore teve que viajar para a Inglaterra para fazer o Reading and Leeds, então nós tivemos que fazer esses shows com o New Found Glory por uma semana. Depois disso nós estávamos dirigindo para casa e um dos integrantes do NFG disse, “por que você não vem para um show do Paramore?” e conhecê-los e ver o quão legais e originais eles eram foi ótimo. Essa é uma banda muito maior do que qualquer outra que eu já conheci em toda a minha vida. Eles tem a força total no palco. Eles são fogos de artifício. Eles têm todos esses títulos e ainda assim são as pessoas mais incríveis e humildes. Hayley é uma bola de fogo, uma tour de force, honestamente é a melhor vocalista de qualquer banda. A melhor vocalista de qualquer banda que eu já conheci. Ela é o topo do topo, além disso até.

PIERCE THE VEIL – Jaime Preciado (baixista):
Eu lembro de ter visto o vídeo do primeiro single quando eu estava em casa um dia e pensei, “essa banda é incrível. É a primeira banda liderada por uma mulher que é boa.” E então me lembrei depois disso que você não pode ver uma banda com vocalista mulher sem que compare com o Paramore porque eles realmente são muito bons. Eu acho que eles trabalharam muito pro momento atual e eu estou realmente muito feliz por eles. É incrível.

NEW FOUND GLORY – Chad Gilbert (guitarrista e noivo de Hayley Williams):
Eu me lembro da primeira vez que ouvi o All We Know is Falling, Jordan [Pundik, vocalista do NFG] tocou para mim e eu não gostei. Nós estávamos fazendo o Coming Home e eu fiquei tipo, “o que é isso? eu não gostei.” E aos poucos cresceu em mim. Nós estávamos fazendo o Coming Home, dirigindo em um carro em Malibu e Jordan estava tocando. Agora eu gostei, eu vi a luz.

TAKING BACK SUNDAY – Adam Lazzara (vocalista):
Eu não posso acreditar que o disco saiu a 10 anos. John tem uma história!
John Nolan (guitarrista): Quando eu estava em uma banda chamada Straylight Run, foi mais ou menos quando o primeiro disco deles saiu, nós estávamos abrindo em uma turnê com o Simple Plan. Eles eram só uma banda iniciante. As pessoas estavam começando a se apegar a eles. Eles estavam assistindo e pensaram “Esses caras vão ser gigantes.” Em um ano eles já eram muito maior que nós. Claro que isso ia acontecer! Eles eram incríveis. Você podia dizer isso desde o início o quanto eles iriam longe.

A DAY TO REMEMBER – Kevin Skaff (guitarrista):
Eu comprei o sofá que eles estão sentados na capa do álbum. Não estou brincando! Eu não tenho o sofá; eu quero ele. Ele está provavelmente no museu do Rock Hall. Eu amo aquele cd. A primeira vez em que eu vi o Paramore eles estavam na turnê do My American Hearts. Eles estavam viajando na SUV com os seus pais. Nós pedimos para eles virem para a festa conosco com o My American Heart em Minneapolis, e eles ficaram tipo, “nós temos que dirigir para o próximo show.” Então eles apenas explodiram e se tornaram o fenômeno que são hoje. É incrível e eu desejo o melhor para todos eles.

STATE CHAMPS – Derek Discanio (vocalista):
All We Know Is Falling! Esse foi provavelmente um dos primeiros discos que eu comecei a gostar, obviamente do Paramore porquê foi seu primeiro cd. Eu me lembro de ouvir pela primeira quando eu estava na Disney World. Eu sempre usava fones de ouvidos quando estava nas montanhas russas na Disney ouvindo Pressure e Whoa.
Tyler Szalkowski (guitarrista): Pressure foi definitivamente minha música do MySpace em algum momento.
Derek: Emergency ainda é uma das minhas músicas preferidas até hoje. Eu estou animado por eles. 10 anos voaram!

 

Fonte
Tradução e adaptação: Equipe Paramore BR