Hayley fala sobre “Misery Business” e feminismo em seu Tumblr

Após ser criticada como uma “feminista ruim” e apontada como não podendo ser uma, Hayley fez um post em seu Tumblr a fim de esclarecer algumas questões sobre “Misery Business”. Leia abaixo:

Li alguns comentários hoje sobre eu não poder ser feminista e sobre eu ser uma “feminista ruim”. Especialmente pra esses comentários, vou dizer isso: Misery Business não é o tipo de letra com a qual eu me identifico agora, como uma mulher de 26 anos. Eu não me identifico com ela há muito tempo. Aquelas palavras foram escritas quando eu tinha 17 anos… e admito que a minha perspectiva era muito limitada. A letra não era pra ser uma grande declaração filosófica, era literalmente uma página do meu diário sobre um momento específico que aconteceu comigo no colegial.

… isso é o curioso de fazer parte de uma banda de sucesso, as pessoas ainda têm acesso ao meu diário. Ao passado e ao presente. Tudo de bom, de ruim e vergonhoso.

Mas não sinto vergonha. O que eu sou mais grata das minhas experiências – incluindo meus erros – é que elas me transformaram em alguém mais feliz. Tanto na música quanto na vida. É sempre um pouco estressante trazer vocês nessa jornada, mas quando eu dou um passo para trás e penso… é uma grande honra que alguém se importe com isso.

Concluindo, sou uma pessoa de 26 anos. E sim, sou uma feminista com orgulho. Mas talvez não uma perfeita? Obrigada por lerem isso.

(ps: vou escrever um blog sobre a era Self-Titled e a Writing The Future… em breve)

Tradução e adaptação: equipe do Paramore BR
Fonte